Fome e custo de vida: SC tem 10 mil novos desempregados e 41 mil na espera do Auxílio Brasil

Mais de 33 milhões de brasileiros sofrem fome no país. Foto: Poder 360/Divulgação

O Brasil voltou ao mapa da fome no ano de 2018, e em 2020 registrou que 55,2% da população está convivendo com a insegurança alimentar, segundo pesquisa da Rede Penssan. Uma pesquisa realizada em 2022 pelo mesmo instituto afirma que mais de 33 milhões de brasileiros passam fome. O estado de insegurança alimentar está atrelado a algumas das possibilidades de suas causas, como o aumento do custo de vida e alta do desemprego. 

Em Santa Catarina, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o aumento no número de desempregados no estado é 5,7% maior em relação ao registrado no 4º trimestre de 2021. Entre janeiro e março de 2022 – 1º trimestre – o contingente de desocupados era de 181 mil pessoas. 

Simultaneamente, o custo de vida no estado subiu e a busca pelo Auxilio Brasil também. Atualmente há 41 mil famílias na fila de espera, segundo o levantamento divulgado nesta semana pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM). Os dados da fila de espera do Auxílio Brasil em SC são referentes a abril e indicam a maior quantidade de famílias na chamada “demanda reprimida” do benefício desde o início deste ano em SC. 

Na capital, Florianópolis, o custo de vida segue alto. Com o índice de 0,36% em maio, segundo Índice de Custo de Vida da Udesc Esag. No grupo Alimentação e Bebidas, a alta da inflação foi de 0,71%. Os itens que registraram maiores aumentos foram o sal e condimentos com aumento de 3,72%; óleos e gorduras com 2,31%; panificados com 2,81%/ enlatados e conservas com 1,43%; farinhas, féculas e massas com 1,12% e as carnes com 0,88%.

Como solução, o estado pode ter ao menos 41 mil e trezentas famílias incluídas no Programa Auxílio Brasil. O número corresponde ao tamanho da fila de espera pelo benefício no Estado. O grupo pode vir a ser incluído após a aprovação da chamada PEC Kamikaze, no Senado, nesta quinta feira (30). 




  • 0%